100%

Confira os assuntos da sessão ordinária de segunda-feira, 19 de novembro de 2018

No expediente foi registrado o oficio Nº 1.503/2018, da Prefeitura Municipal de São Ludgero, requerendo a substituição do Projeto de Lei Complementar Nº 15/2018, que dispõe sobre o Código Tributário Municipal  e dá outras providências, bem como a substituição do Projeto de Lei Ordinária Nº 39/2018, que trata da cobrança da Contribuição de Melhorias na Execução de Obras Públicas. O mesmo oficio encaminha, também, os Projetos de Leis Ordinárias Nº 40/2018, 41/2018, 42/2018, 43/2018, 44/2018, 45/2018, 46/2018, 47/2018, 48/2018 e 49/2018, que tratam da cobrança da Contribuição de Melhorias na Execução de Obras Públicas.  
Depois de lidos, os projetos foram encaminhados para a análise das Comissões de Constituição e Finanças e de Agricultura, Obras e Viação.

Na Ordem do Dia foram deliberados:

 Projeto de Lei Complementar Nº 17/2018, que dispõe sobre conciliação, transação e desistência nos processos de competência dos juizados especiais da fazenda pública.

O Projeto de Lei Complementar n.º 17/2018, tem por escopo definir base normativa acerca da possibilidade de a Fazenda Pública de São Ludgero realizar conciliação, transação e desistência em processos judiciais, bem como em fase pré-processual.
A Lei Complementar n.º 183/2016, possibilita a Fazenda Pública a fazer acordos judiciais, contudo, não estatui os casos e limites a estas formalizações.
 
O Poder Judiciário, principalmente através do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), desde a sua instalação em 2006, vem investindo no combate à cultura da litigiosidade e na promoção de conciliações, tanto como forma de aliviar os fóruns de justiça, que em sua maioria atuam engessados pela grande quantidade de processos que neles tramita, quanto pelas vantagens e diminuições de riscos que um bom acordo é capaz de fazer.
 
Parte desse movimento é também sentido com a criação dos Juizados Especiais da Fazenda Pública, instituído pela Lei Federal nº 12.153, que define que serão de competência desses juizados as causas cíveis de interesse dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios, com valor até 60 (sessenta) salários mínimos. Veja-se o caput do art. 2º, com as excepcionalidades das hipóteses previstas no § 1º, que as causas que se encaixem nesses valores e critérios deixam inclusive de ser objeto de reexame necessário.
 
Portanto, o texto legal submetido a Câmara de Vereadores tem desiderato de aclarar os ditames da Lei Complementar n.º 183/2016, a fim de que a Fazenda Pública, sempre primando pelo interesse público, possa dentro das bases legais efetivar conciliações, transações e desistências em processos judiciais.

Após alguns comentários foi aprovado por unanimidade em segunda votação.

Projeto de Lei Ordinária Nº 36/2018, que estima a receita e fixa as despesas do Município para o exercício financeiro de 2019.
O Orçamento Geral do município de São Ludgero, abrangendo a administração direta, seus fundos, órgãos, autarquias e fundações para o exercício financeiro de 2018, estima a Receita e fixa a Despesa em R$ 48.650.000,00 (Quarenta e oito milhões, seiscentos e cinqenta mil reais), sendo R$ 32.964.145,00 (trinta e dois milhões, novescentos e sessenta e quarto mil, cento e quarenta e cinco reais) do orçamento fiscal, e R$ 15.685.855,00(quinze milhões, seiscentos e oitenta e cinco mil, oitocentos e cinquenta e cinco reais) do Orçamento da Seguridade Social (Saúde e Assistência Social) discriminados nos anexos integrantes desta Lei.

Após alguns comentários foi aprovado por unanimidade em segunda votação.

Projeto de Lei Ordinária Nº 38/2018, que abre crédito adicional especial.

Autoriza o Poder Executivo a abrir crédito adicional especial no valor total de R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) A alteração no orçamento vigente visa a criação de dotação para aquisição de um veículo para a Polícia de São Ludgero.
Depois de alguns comentários, foi aprovado por unanimidade em primeira votação.
Indicação Nº 12/2018, de autoria do vereador Lupércio Becker, que solicita a instalação de iluminação pública na praça de lazer localizada ao lado do salão comunitário do bairro Encosta do Sol. A indicação foi aprovada por unanimidade.
No espaço destinado às explicações pessoais fizeram uso da tribuna os vereadores Adriano Becker, Laudi da Silva e Alexandre pereira.
       CONVITE
 
A Câmara de Vereadores de São Ludgero, através da Comissão de Constituição e Finanças, convida a todos os cidadãos para que se façam presentes em Audiência Pública que visa tratar do Projeto de Lei Complementar Nº 15/2018, que institui o CÓDIGO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL, a realizar-se segunda - feira, 26 de novembro do corrente ano, às 20 horas, no Plenário Vereador Luiz Bianco.
 
Tal projeto é referente a alterações nos tributos municipais, como:
 
- IPTU;
- ISS;
- ITBI;
- CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA;
- COSIP (CONTRIBUIÇÃO PARA CUSTEIO DA ILUMINAÇÃO    PÚBLICA;
- TAXAS, COMO TAXA DE COLETA DE LIXO, ALVARÁS E OUTROS.
 
Também será tratado sobre a alteração dos valores venais dos imóveis urbanos de São Ludgero.
 
A Audiência Pública terá a presença do Ministério Público de Santa Catarina, explanando os motivos de adequações na lei tributária, membros da Administração Municipal e Cegero (Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero).
 
Sua Presença é muito importante!
 
Realização: Câmara Municipal de São Ludgero
 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 20/11/2018 - 13:07:31 por: Amilton Becker - Alterado em: 20/11/2018 - 13:07:31 por: Amilton Becker

Notícias

Confira como foi a sessão ordinária de segunda-feira, 13 de maio de 2019 na Câmara Municipal de São Ludgero.
Confira como foi a sessão ordinária de segunda-feira, 13 de maio de 2019 na Câmara Municipal de São Ludgero.

O secretário de Assistência Social e Habitação, Valcemir Villani, acompanhado da assistente social, Valdira Matias e da psicóloga Celina Lazzari, usaram a tribuna para discorrer sobre a Campanha de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual tem o objetivo mobilizar a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar a violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no município de São Ludgero.

Primeiro repasse do FPM de abril soma mais de R$ 3 bilhões
Primeiro repasse do FPM de abril soma mais de R$ 3 bilhões

O primeiro decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) — que será creditado na quarta-feira, 10 de abril — distribuirá R$ 3.198.220.357,79 entre as prefeituras brasileiras. O valor já considera a retenção destinada ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em relação ao mesmo decêndio de abril de 2018, a quantia teve crescimento de 8,74%. Quando considerada a inflação do período,...

Participantes respondem enquete on-line antes da solenidade de abertura da Marcha
Participantes respondem enquete on-line antes da solenidade de abertura da Marcha

O segundo dia da programação principal da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios começou com a interação do público. Os participantes responderam, inicialmente, a três questionamentos por meio da tecnologia QR Code, disponível para download no celular. Ao todo, a enquete elaborada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) terá 17 perguntas que serão respondidas ao longo da mobilização em Brasília. A CNM iniciou a enquete pedindo ao público para escolher três...

Ponte de São Ludgero leva o nome de Adolfo Schlickmann
Ponte de São Ludgero leva o nome de Adolfo Schlickmann

A iniciativa da então vereadora Andreia é homenagear o cidadão saoludgerense senhor Adolfo Schlickmann, que antes mesmo das construções de pontes no cento do Município foi o precursor da travessia do Rio Braço do Norte em construção fluvial.

Noite de reconhecimento às mulheres de São Ludgero
Noite de reconhecimento às mulheres de São Ludgero

Na noite desta quinta - feira, 07, nove mulheres foram homenageadas com a Comenda "Mulheres que Inspiram", elas representam tantas outras de nossa sociedade que contribuem para um mundo melhor. As histórias foram pesquisadas e apresentadas pelo Assessor da Casa, Fernando Sombrio.

Bibliotecas públicas podem inscrever projetos em convocatória internacional de financiamento
Bibliotecas públicas podem inscrever projetos em convocatória internacional de financiamento

Por meio do Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas (Iberbibliotecas), dirigido pela Secretaria-Geral Ibero-Americana (SEGIB) e coordenado pelo Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e Caribe (CERLALC), está aberta a 7ª Convocatória do Concurso de Ajudas. A iniciativa vai destinar US$ 240 mil para projetos propostos por bibliotecas públicas, comunitárias e populares dos países e cidades membros: Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha,...