100%

Noite de reconhecimento às mulheres de São Ludgero

Na noite desta quinta - feira, 07, um grupo de nove mulheres foram homenageadas com a Comenda "Mulheres que Inspiram", Elas representam tantas outras de nossa sociedade que contribuem para um mundo melhor. As histórias foram pesquisadas e apresentadas pelo Assessor da Casa, Fernando Sombrio.

A vereadora Maria Marlene que é autora do Projeto de Lei que viabiliza prestar a homenagem também foi agraciada com uma demonstração de carinho dos demais vereadores, recebendo das mãos do presidente, Alexandre Pereira, uma lembrança. Vale ressaltar que atualmente ela a única mulher em exercício como vereadora em São Ludgero.

Marcou a noite também o belíssimo discurso realizado por Luzia Shulz Fuchter, que em nome de todas as mulheres e com muita serenidade proferiu palavras de carinho e relatou a importância de cada uma delas no cotidiano.

Saiba um pouco mais sobre as "Mulheres que Inspiram"

1 - ELIZABETH VOLPATO

A primeira homenageada da noite foi Elizabeth Volpato, nascida em 29 de janeiro de 1954, na comunidade de Nova Estrela.
Filha de Luiz Antônio Volpato e Luzia Shultz Volpato, mãe de Andersom e avó de Luiz Carlos e Heitor tem sua vida sempre voltada à área da Educação. Foi em 1971, na Escola Municipal Nova Estrela, quando Elizabeth recebeu sua primeira oportunidade profissional, ser professora das séries iniciais, onde permaneceu por 3 anos.
Depois prestou concurso público para o estado de Santa Catarina e optou por atuar no Extremo Oeste Catarinense, na comunidade de Porã do Oeste, município de Mondaí, onde atuou por duas décadas, sendo dois anos como professora e os demais na direção de escolas.
Beth, como é carinhosamente chamada, veio residir em Braço do Norte para lecionar na Escola Dom Joaquim, e, posteriormente, retornou para onde tudo começou, a Escola da Nova Estrela. A professora Beth foi convidada na gestão de Donilo Della Giustina, no ano de 1994, para assumir a Secretaria de Educação, Esportes e Cultura de São Ludgero e uma das conquistas mais lembradas, foi a primeira creche pública instalada no Município. Mesmo após se aposentar, atuou muitos anos na área da educação e assistência social de São Ludgero. Durante sua trajetória de vida foi voluntária da Rede Feminina de Combate ao Câncer, catequista e conselheira tutelar. Outro fato interessante foi a sua participação na criação da primeira Associação de Moradores do Município, na comunidade de Nova Estrela. Encabeçada por ela, com a ajuda dos moradores, tinham o propósito de construir a ponte baixa localizada entre os municípios de Braço do Norte e São Ludgero, que, depois de muita luta para conseguir a verba necessária, a obra foi construída, e é um marco no desenvolvimento da comunidade. E não parou por aí, pois Beth participou ativamente como Diretora da Assistência Social na conquista de 15 casas populares, 100 apartamentos e toda pavimentação do Bairro Nossa Senhora Aparecida e Divina Providência.
Hoje está aposentada, mas ainda está ativa na comunidade, com suas ações comunitárias e sua alegria contagiante.

2 - MARIA SALETE SACHETI BECKER

Nossa próxima homenageada foi Maria Salete Sacheti Becker, nascida em São Ludgero no dia 28 de setembro, filha de Luiz Agenor Sacheti (popular Dorzinho) e Rosa Pereira Sacheti.
Casou-se com Ivo Zapelini Becker e juntos tiveram quatro filhos. O casal trabalhou na agricultura até o ano de 1977, na comunidade de Caminho da Taipa, hoje bairro Santo Antônio. No final do referido ano se mudaram para o centro de São Ludgero e juntos abriram um pequeno comércio, um “Armazém”.
Maria Salete é uma guerreira, pois em muitos momentos da vida tinha que atuar nos negócios sozinha, cuidar dos filhos e da casa ao mesmo tempo, pois o marido na época tinha problemas de saúde. Com filhos pequenos, mesmo sem condições financeiras nunca desistiu de seguir firme e forte.
Com o passar dos anos as coisas foram melhorando e ela, a dona Salete, sempre junto com o seu Ivo permaneciam focados na fé e nas atividades da comunidade. Passaram a fazer parte do Movimento de Irmãos, na organização das festas da Igreja Matriz e ela ainda assumiu mais uma missão, que até hoje faz com muito carinho, a catequese para as crianças de nossa Paróquia.
Mesmo aposentada busca sempre ajudar as pessoas em nossa comunidade e por tudo que a vida lhe deu, agradece a Deus diariamente. Além do vereador Adriano Becker, tem mais três filhos: Maxson, Fabiano e Silvana que lhe deram 8 netos e um bisneto. O vereador Adriano comenta que sua mãe é uma pessoa muito especial e a indicou para receber a homenagem por ter vivido ao seu lado e presenciado o quanto ela foi guerreira e dedicada com a família, nunca esquecendo sociedade em geral.

3 – ADELIR SANTOS FRANÇA PEREIRA


Adelir Santos França Pereira, que é natural de São Ludgero, nasceu em 14 de dezembro de 1952. Filha de Santos Antônio França e Catarina Pazetto França, foi casada com Assis Hercílio Pereira (In Memoriam) e deste casamento teve três filhos, Adriane, Alexandre e Agnaldo, que lhe deram 4 netos.
Adelir lembra que passou muitas dificuldades em sua vida. Ainda jovem conseguiu junto do seu marido comprar uma casa na comunidade de Ponte Baixa, mas com a enchente de 1974, assim como muitas pessoas, perdeu todos os seus pertences. Um ano depois começou a morar no Centro de São Ludgero, passou a trabalhar na empresa Confecções Bianco, onde permaneceu por 33 anos. Ela tem muito orgulho de ter trabalhado mais 3 anos, após se aposentar, para ajudar com os custos da faculdade do filho Agnaldo. Após se aposentar foi convidada para ser Ministra da Eucaristia e atuou por 9 anos, servindo a Deus e a igreja, levando a comunhão para os doentes. Antes de ser Ministra já participava da Renovação Carismática Católica. É intercessora e gosta muito de fazer orações pelos doentes e por todos aqueles que pedem orações. Adelir participa da Pastoral da Pessoa Idosa e faz visitas aos doentes com idade acima de 60 anos, quem se encontram com dificuldades para sair de casa. Outro ponto a se destacar é o de todos os anos colaborar com muita intensidade na Festa do Padroeiro da Igreja Matriz, de São Ludgero.
Além de ser uma base forte para sua família, é uma mulher que valoriza e diz que seus familiares são suas preciosidades. Uma mulher que se sensibiliza com as dificuldades e necessidades das pessoas. Nossa homenageada foi indicada pelo filho que é o atual presidente da Câmara Municipal, vereador Alexandre Pereira. Xande tem muito carinho e admiração pelos trabalhos solidários realizados por sua mãe.

4 - MARIZETE DA SILVA STANGE

A indicação do vereador Benicio Warmeling é a senhora Marizete da Silva Stange, nascida em 16 de outubro de 1971, natural da comunidade de Mar Grosso, em São Ludgero. Marizete é filha de Acendino Gerônimo da Silva e Osmarina Zapelini Becker da Silva. Casou-se com Célio Stange, com quem teve dois filhos; Vanessa e Mikael e tem 1 neto.
Marizete trabalhou com seus pais na agricultura até se casar, posteriormente, começou a trabalhar com seu marido no Grupo Copobrás. Hoje, está aposentada e se dedica aos trabalhos de casa. O vereador Benicio Warmeling indicou Marizete por ser uma mulher participativa nos serviços da comunidade em que reside, na catequese, como ministra extraordinária da comunhão e outros trabalhos. Ela participa da Pastoral Vocacional da Paróquia de São Ludgero, além de fazer parte do Conselho de Pastoral da comunidade, como secretária.
Atualmente acompanha seu esposo na pasta de tesouraria do Esporte Clube Mar Grosso.

5 - LUZIA VIEIRA CARVALHO

O vereador Laudi da Silva, reconhece como inspiração para muitas pessoas a senhora Luzia Vieira Carvalho, filha de João Candido Vieira e Ignácia Torres. Luzia nasceu em 19 de janeiro de 1941, na localidade de Travessão, em Braço do Norte. Casou-se com Arnoldo Carvalho com quem teve seis filhos: João Carlos, Rosimeri, Maria da Glória, Teresinha, Maria Emília e Geandersom, que lhe deram 13 netos e 4 Bisnetos.
Luzia veio para São Ludgero em 1949 e com dezoito anos teve seu primeiro emprego no hospital Santa Teresinha de Braço do Norte. Apesar das dificuldades que enfrentou em sua vida, nunca perdeu a esperança, pois sempre teve muita fé de que Deus nunca lhe daria aquilo que não pudesse suportar. É conhecida por ser uma pessoa solidária e acolhedora, pois sendo de família humilde sabe o que é receber ajuda. Muitas vezes Luzia saía de casa para atender os doentes, levava os medicamentos e curativos além de cortar o cabelo das crianças. Hoje aos 78 anos participa do grupo da terceira idade e se sente realizada pela dedicação a comunidade, sendo agora mais uma vez reconhecida por sua história de vida.


6 - OLGA BECKER PETERS

O vereador Lucas Peters aproveitou a oportunidade de homenagear uma mulher que inspira e indicou a agricultora aposentada, Olga Becker Peters. Natural de Orleans, nascida em 11 de agosto de 1944, é filha de Clemente Becker e Verônica Locks Becker, foi casada com Huberto Loch Peters (In memoriam) com que teve seis filhos: Edésio, Egídio, Judite, Deise, Jesiel e Evandro, que lhe deram 11 netos.
Olga tem hoje 74 anos, mas aos 17 já estava casada e desde muito nova dava início ao seu trabalho como agricultora e ao mesmo tempo se dedicava à família e aos serviços domésticos. Sua vida também foi marcada pelo voluntariado e ações comunitárias voltadas aos serviços pastorais da Igreja, onde foi catequista durante quinze anos, coordenou grupos de famílias, participou do Cursilho e foi Ministra da Eucaristia por nove anos. Olga contribuiu com a Pastoral da Saúde com auxilio em fins medicinais naturais, fez parte do grupo de liturgia e participa há mais de trinta anos do Coral da Igreja.

7 - LIDIA PHLIPPI SOETHE

Recebeu também a Comenda Mulheres que Inspiram é Lidia Phlippi Soethe. Nascida em 27 de janeiro de 1964, filha de Fernando Philippi e Catarina Werncke, é casada com Vilson Soethe com quem tem dois filhos, Adilson e Andreza e tem um neto.
Dica, como é carinhosamente conhecida, é uma mulher dedicada à família e ao trabalho voluntário, desde sempre. A homenageada, escolha do vereador Lupércio Becker, tem consigo o desejo de servir socialmente e com isto atua em diversas áreas da comunidade.
Há 19 anos é voluntária do grupo da terceira idade, onde desenvolve, todas as quarta -feiras, junto de uma equipe de voluntários, atividades recreativas aos nossos idosos. Por alguns anos foi voluntária da Rede feminina de Combate ao Câncer, levando conforto e uma palavra de carinho aos pacientes e familiares. Frequentemente contribui com a Paróquia de São Ludgero, servindo em diversos setores.
Para Dica, ser voluntária é uma ocupação gratificante, e fazer o bem ao próximo é a melhor e maior recompensa.

8 - ARNETE BUSS HOBOLD

A Câmara Municipal de São Ludgero, através da indicação da vereadora Maria Marlene Schlickmann homenageou com a Comenda Mulheres que Inspiram, uma mulher de muita energia. Estamos falando de Arnete Buss Hobold, que
nasceu no dia 7 de junho de 1956, filha de Paulo Buss e Terezinha Niehues Buss. É Casada com Nilo Hobold com quem tem três filhos; Juliano, Rafael e Caroline. Ela tem dois netos.
Iniciou sua carreira profissional em Xanxerê, como professora de educação física e atleta de voleibol. No ano de 1986 mudou-se para São Ludgero, onde continuou a lecionar, desta vez, na Escola de Educação Básica São Ludgero onde foi professora de educação física durante 27 anos e esteve na direção da referida escola por 3 anos. Ela trabalhou como coordenadora do grupo da terceira idade (ASAS) e sempre participa dos jogos estaduais JAST – Jogos Abertos da Terceira Idade. Além disso, Arnete dirigiu durante seis anos, junto de seu esposo Nilo, a CME (Comissão Municipal de Esportes) de São Ludgero.
Com um grupo de mulheres criou a ASSIM (Associação Interativa de Mulheres) que tem hoje 50 integrantes. Uma mulher que sempre se envolveu em trabalhos sociais e atuou como atleta de voleibol. Hoje ainda joga em um grupo de ex-atletas e pratica bocha com o grupo da CME. Nesta vida repleta de atividades, Arnete é uma mulher de fibra que tira tempo para praticar exercícios, com aulas pilates e natação.
A vereadora Maria Marlene Schlickmann reforça que Arnete tem muitas qualidades e que se destaca pela capacidade de liderança, organização, motivação e mobilização em prol de uma causa ou de um objetivo.

9 - LUZIA SHULZ FUCHTER

A última homenageada da noite foi Luzia Schulz Fuchter. Nascida em 30 de janeiro de 1952, é filha de João Schulz e Clara Niehues Schulz. Casou-se com Benícius Fuchter, com quem teve 3 filhos, sendo, Daisy, Kênia e Gisele, quem lhe deram seis netos.
Atualmente Luzia é Supervisora Escolar aposentada. Iniciou suas atividades profissionais no ano de 1971, como professora do ensino fundamental no Colégio São Ludgero. Em 1977 foi professora na escola Isolada Estadual Salto, também em São Ludgero. Em 1981 passou no concurso público de Supervisão Escolar, atuando inicialmente em Braço do Norte, e logo em seguida no Colégio Estadual do nosso Município. Em 1987 assumiu a direção do referido centro de ensino até 1992, Em seguida, e até o ano de 2001, foi coordenadora do colégio São José de Tubarão.
Em 1996, com 30 anos de serviço, aposentou-se. Luzia atuou como professora indo desde a primeira série do Ensino Fundamental, passando pelo Ensino Médio e chegando no Ensino Superior da Unisul de Tubarão.
Sempre gostou de prestar serviços voluntários na comunidade, principalmente como membro das equipes de liturgia e canto coral, pois durante muitos anos foi catequista. Em 1988, ocupou uma vaga de vereadora nesta Câmara Municipal e concorreu posteriormente como candidata a vice-prefeita na chapa de Sérgio de Pieri.
Atualmente participa do apostolado da oração da Igreja Matriz de São Ludgero, coral Municipal, equipe de liturgia da Matriz e da Capela Santa Luzia, no KM 2, divisa entre São Ludgero e Braço do Norte, além de ser ministra extraordinária da comunhão, também na Capela Santa Luzia. Participa do Conselho Municipal do idoso, do Conselho Municipal da Cultura e da Pastoral da Pessoa Idosa de nossa Paróquia, com visitas domiciliares mensais aos idosos.
O vereador Valério Becker foi quem indicou Luzia para receber esta homenagem e explica que hoje ela reside em Braço do Norte, mas sempre esteve à frente dos serviços comunitários e voluntários do nosso Município.
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 08/03/2019 - 13:15:01 por: Fernando Sombrio - Alterado em: 08/03/2019 - 13:28:28 por: Fernando Sombrio

Notícias

Ponte de São Ludgero leva o nome de Adolfo Schlickmann
Ponte de São Ludgero leva o nome de Adolfo Schlickmann

A iniciativa da então vereadora Andreia é homenagear o cidadão saoludgerense senhor Adolfo Schlickmann, que antes mesmo das construções de pontes no cento do Município foi o precursor da travessia do Rio Braço do Norte em construção fluvial.

Noite de reconhecimento às mulheres de São Ludgero
Noite de reconhecimento às mulheres de São Ludgero

Na noite desta quinta - feira, 07, nove mulheres foram homenageadas com a Comenda "Mulheres que Inspiram", elas representam tantas outras de nossa sociedade que contribuem para um mundo melhor. As histórias foram pesquisadas e apresentadas pelo Assessor da Casa, Fernando Sombrio.

Bibliotecas públicas podem inscrever projetos em convocatória internacional de financiamento
Bibliotecas públicas podem inscrever projetos em convocatória internacional de financiamento

Por meio do Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas (Iberbibliotecas), dirigido pela Secretaria-Geral Ibero-Americana (SEGIB) e coordenado pelo Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e Caribe (CERLALC), está aberta a 7ª Convocatória do Concurso de Ajudas. A iniciativa vai destinar US$ 240 mil para projetos propostos por bibliotecas públicas, comunitárias e populares dos países e cidades membros: Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha,...

Confira como foi a Sessão Solene de Instalação Legislativa
Confira como foi a Sessão Solene de Instalação Legislativa

O prefeito Municipal, Ibanês Lembeck, usou a tribuna e demonstrou satisfação em estar administrando o município, que sempre esteve junto com o ex-prefeito e agora deputado estadual, Volnei Weber, mas no momento o trabalho é diferente, onde assumiu novas responsabilidades. Agradeceu a parceria que existiu entre o Executivo e Legislativo, que este rendeu frutos positivos.

Telhado da sede da Câmara de Vereadores é reformado
Telhado da sede da Câmara de Vereadores é reformado

A preservação do patrimônio público dispensa apresentações quanto a sua importância. Pensando nisso, o atual presidente, Alexandre Pereira, iniciou o ano realizando obras de reparos no telhado da Casa Legislativa sãoludgerense. Troca de telhas, limpeza, aplicação de produtos impermeabilizantes e calhas novas.

Confira os assuntos da última sessão ordinária de 2018, realizada no dia 17 de dezembro
Confira os assuntos da última sessão ordinária de 2018, realizada no dia 17 de dezembro

Foi realizada a eleição para a direção da Mesa Diretora da Casa para o ano de 2019, conforme legislação vigente. Após o processo de votação ser iniciado e todos os vereadores votarem através da Tribuna da Casa, em voto aberto, o senhor presidente Benicio Warmeling proclamou o resultado, sendo que todos os eleitos receberam os nove votos possíveis na eleição. Ficando assim formada a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Ludgero para o ano de 2019:

Presidente vereador Alexandre Pereira, Vice-presidente vereador Laudi da Silva, Secretário vereador Benicio Warmeling e segundo secretário vereador Lucas Peters.